quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Top-Down in Ergonomics - European Assembly Worksheet (EAWS)

The ergonomic stress for an employee mainly is due to the work design, product design and duration/amount of repetition in the work processes. The industry understands that cumulative stress load can be a huge ergonomic problem. Corresponding compensation expense is estimated solely for North American at 20 billion U.S. dollars. The National Institute for Occupational Safety and Health (NIOSH), in Michigan, estimates that more than 20 million workers work on assembly lines or similar jobs with monotonous, stressful operations, monotonous rotary motions, bent hands and increased muscle tension.

The subject of ergonomic is also becoming increasingly important to employers in Europe. But many companies find it too time-consuming and expensive to systematically review all positions. Since 2005, the German MTM Organization DMTMV has been using the MTMergonomics software module (IAD). In order not to have an evaluate all questionable work stations for ergonomics, a top-down approach was developed according to the Pareto Principle. This approach leads to an inexpensive, accurate, and ergonomically proven risk assesment, which not only assesses all the jobs in the factory, but also provides valuable information for work station design and reduces biomechanical stress. Consistent implementation leads to ergonomically neutral, well-designed work stations and systems.

In many areas of life, e.g. nutrition health care and healthy work, awareness on behalf of both those affected and those responsible is growing. For the field "healthy work", The International MTM Directorate for Risk Analysis and Assessment, together with the department of Work Science at the TU Darmstadt (IAD), developed the EAWS process and made it an international standard.

The next MTMergonomics course (MTM-Engineer Election module) will take place from 20th to 22t of march 2012 in Stuttgart.

Sem comentários:

Publicar um comentário

MTM WORKSHOPS 2011

Workshop: "Boas Prácticas de MTM"

Onde: Volkswagen Autoeuropa, Palmela
Quando: Quinta-Feira, 7 de Julho 2011

Workshop: "Workshop de Melhoria Contínua"

Onde: ATEC / Palmela
Quando: Quinta-Feira, 24 de Novembro 2011

MTM - Perfeição como Prioridade

MTM - um método perfeito para a optimização de sistemas de trabalho e um padrão mundial para a eficácia.

Em mais de 20 países industriais , as empresas de quase todos os sectores económicos utilizam Methods-Time Measurement (MTM) para a optimização dos seus processos de negócios. Assim, o MTM tornou-se mundialmente o sistema melhor sucedido para a gestão de tempo e a constituição de sistemas de trabalho.

O sistema MTM garante às empresas em todos os seus locais de produção uma linguagem comum de descrição de processos e elevados padrões na construção e montagem quer se trate de produção em grandes ou pequenas série, mais ou menos complexas ou, ainda no fabrico individual.

Por isso, o MTM é aplicável tanto a empresas industriais como a empresas de logística, bem como nas oficinas de reparação como em empresas de serviços ou do sector público ou administrativo.

Assim o MTM:

- poder ser utilizado para a optimização de todos os processos manuais de trabalh;

- obriga a pensar em grandezas de influência e evita custos;

- é aplicável em todos os ramos e sectores de negócios;

- é fácil de aprender;

- ajuda a fazer bem desde o início!


Produção dos Automoveis 1949 (VW) . . .

Produção dos Automoveis 1949 (VW) . . .
Em 1949 foram construidos quase 50.000 "VW-Fusca"

... e 60 anos mais tarde, 2009 na Volkswagen Dresden

... e 60 anos mais tarde, 2009 na Volkswagen Dresden

Automação na Indústria de Automóvel

Automação industrial é a aplicação de técnicas, softwares e/ou equipamentos específicos em uma determinada máquina ou processo industrial, com o objetivo de aumentar a sua eficiência, maximizar a produção com o menor consumo de energia e/ou matérias primas, menor emissão de resíduos de qualquer espécie, melhores condições de segurança, seja material, humana ou das informações referentes a esse processo, ou ainda, de reduzir o esforço ou a interferência humana sobre esse processo ou máquina. É um passo além da mecanização, onde operadores humanos são providos de maquinaria para auxiliá-los em seus trabalhos.

Para garantir um desempenho excepcional nos complexos proces­sos de produção integrada da indústria automóvel, são colocadas grandes exigências no planeamento da produção. Sem uma aborda­gem integrada, a redução das taxas de erro ao nível ppm seria prati­camente impossível.
O rigor na produção tal como implementado na metodologia “Poka-Yoke” apenas se consegue através de um processo de montagem absolutamente fiável através de muitos controlos individuais ao longo do processo, recorrendo a tecnologia de sensores de medição e de controlo, bem como a sistemas de visão.

MTM - Methods-Time Measurement

O conceito MTM desenvolveu-se a partir da década de 50, tornando-se, desde aí, o sistema de tempos pré-definidos com maior sucesso ao nível mundial. Especificamente, pelo envolvimento da Associação MTM Alemã. pode dizer-se que o MTM é hoje considerado um conceito integrado, e exemplar, para a gestão da produtividade de sistemas de trabalho.

Enquanto até aos anos 80 serviu praticamente só para definir os tempos teóricos de métodos e processos já definidos, hoje, o MTM é utilizado como a ferramenta mais eficaz na concepção de produtos e equipamentos, no planeamento de processos e métodos de trabalho.

No termo conceito integrado subsumem-se todos os aspectos relevantes (em contexto prático), referentes à produtividade de trabalho, que se encontram representados no sistema MTM, incluindo as considerações de natureza ergonómica.

Devido às suas vantagens, hoje o MTM é aplicado nas fases de melhoria e no controlo permanente dos sistemas de trabalho:

1. A aplicabilidade do sistema MTM na fase de concepção representa uma das grandes vantagens, porque pode simular com facilidade qualquer processo e sistema de trabalho, não tendo como condição prévia a existência de um sistema de trabalho real.

2. Todos os planeamentos relizados com o sistema MTM representam um rendimento standard internacionalmente reconhecido.

3. A aplicação do MTM obriga a definir o método de trabalho, representando, assim, uma ferramenta essencial para garantir a qualidade dos processos, a escolha dos métodos mais eficazes e a sua standardização.


Lean Manufacturing

Lean manufacturing é uma filosofia de gestão focada na redução dos sete tipos de desperdícios (super-produção, tempo de espera, transporte, excesso de processamento, inventário, movimento e defeitos). Eliminando esses desperdícios, a qualidade melhora e o tempo e custo de produção diminuem. As ferramentas "lean" incluem processos contínuos de análise (kaizen), produção "pull" (no sentido de kanban) e elementos/processos à prova de falhas (Poka-Yoke).

Um aspecto crucial é que a maioria dos custos são calculados na fase de projeto de um produto. Um engenheiro especificará materiais e processos conhecidos e custos às custas de outros processos baratos e eficientes. Isto reduz os riscos do projeto. As empresas que seguem essa metodologia desenvolvem e reencaminham folhas de verificação para validar o projeto do produto.

Os pontos-chave do lean manufacturing são:
Qualidade total imediata - ir em busca do "zero defeito", e detecção e solução dos problemas em sua origem.
Minimização do desperdício - eliminação de todas as atividades que não têm valor agregado e redes de segurança, otimização do uso dos recursos escassos (capital, pessoas e espaço).
Melhoria contínua - redução de custos, melhoria da qualidade, aumento da produtividade e compartilhamento da informação.
Processos "pull" - os produtos são retirados pelo cliente final, e não empurrados para o fim da cadeia de produção.
Flexibilidade - produzir rapidamente diferentes lotes de grande variedade de produtos, sem comprometer a eficiência devido a volumes menores de produção.
Construção e manutenção de uma relação a longo prazo com os fornecedores tomando acordos para compartilhar o risco, os custos e a informação.

Lean é basicamente tudo o que concerne à obteção dos materiais corretos no local correto, na quantidade correta, minimizando o desperdício, sendo flexível e estando aberto a mudanças.